26 janeiro, 2009

enquanto isso na sala da justiça

Para ler ouvindo: Menina-Moça - Móveis Coloniais.



Sim.
Eu sou chato, sou metódico, sistemático, minimalista e quase nunca vou conseguir prolongar uma conversa por mais de 5 minutos.

Sou ranzinza pra minha pouca idade, gosto das coisas certas e não fico agradando ninguém. Se gosto, gosto, se não gosto, não gosto mesmo. Reclamo de tudo e o faço com gosto!

Não gosto de ambientes lotados, detesto balada todo o fim de semana, não sei dirigir, não sei conversar sobre carros, sobre tênis, sobre celulares ultra-modernosos.

Funk pancadão não é música e vc nunca me convecerá do contrário. Black é preto em português, techo-brega, calipyso e forró de teclado entra na categoria de músicas que eu nao terei o prazer de escutar. Ah! Inventaram o fone de ouvido, por favor utilize, seu celular é moderno. Parabens.

Falo pouco mesmo, sou um ótimo ouvinte. Se estiver calmo no meu canto isso não significa que eu esteja triste e se eu estiver pelo um amor de Deus não tente me animar, me deixe triste no meu canto. Talvez eu esteja só ouvindo mesmo.

Sou mal humorado, tenho que dormir 7 horas, não me visto de acordo com a moda vigente, não ligo se meu cabelo esta bagunçado e minha barba esta comprida, que minha barriga seja grande.

Se me convidas para sair, vou querer atenção. Quer ficar com outra pessoa, ir conversar com outra pessoa. Vá. Mas se estiver do meu lado não vou gostar que fique flertando de baixo do meu nariz ou que fiquem te comendo com os olhos, vou fazer cara feia mesmo, vou empatar a foda mesmo!

Se me perguntares algo pode ter certeza que minha resposta vai ser sincera, se não quer a verdade não me pergunte. Mas parto sempre do principio, está feliz? te faz feliz? Então isso é o suficiente.
Shopping não é passeio, vou ao cinema pra ver filme, se digo que não sei é porque não sei, se digo que nao estou pensando em nada, é pq nao estou pensando em nada e se digo não é apenas não, não precisa ficar inventando trocentas teorias conspiratorias.

Não sou estepe, não fico por ficar, não beijo 7 numa noite. Não ligo pra roupa que você usa, pros trocentos mil amigos que você tenha, que você beba, fume, se entorpeça. Só exijo respeito. Não te repreendo, não me repreenda. Correto! Mas se quer sexo casual, também posso te oferecer isso.

Aposto que estou esquecendo de te listar um monte de coisas, minhas chatices vão alem do que está escrito ae, mas com certeza você poderá um dia descobrir tudo isso no dia-a-dia, no cotidiano, que é chato, cinza e maçante caso queira aguentar minha rabujisse.

Mas quero deixar uma coisa bem claro EU SOU CHATO, não acredite nas pessoas que dizem que eu sou legal, não acredite nas pessoas que me acham inteligente, não acredite no que as pessoas dizem ao meu respeito, essas convivem comigo há anos e aprenderam a gostar e respeitar os meu defeitos.

To escrevendo tudo isso por um único motivo, quero que saibas quem eu sou pra que não tenha surpresas.

Eu sou chato, muito chato, chato pra caralho.
_____
bom, deixo para as possíveis interpretações, a revolta já passou e relendo e acrescentando um paragrafo ou outro até ficou engraçado. Só um ponto, não escrevi por conta de um rolo mal sucecido, ou, buscando confeti. Escrevi um tempo atrás e hoje ouvindo Móveis achei que a música casou então quis publicar. Segue alguns trechos da música.


... "Eu não queria te dizer ...
... Que pra ser o tal
Não é preciso ser
Bacana e sacal
Não é preciso ser
Sacana e banal
Não é preciso ser
Mas o difícil é entender ...

... Talvez seja tal e qual
Quarenta e quatro vezes normal
Mas na vez seguinte, no ano seguinte
Você se tornará legal..."

4 comentários:

Márcio Brigo disse...

O Roger, escrito, cuspido e escarrado!
Hehehehehehe

_Ton_ disse...

Belo depoimento. Se um dia precisar, vou te pedir permissão pra usar esse texto em um futuro próximo.
E realmente diz muito com a música, q é fenomenal.

paula disse...

uau! nada a acrescentar. acho que é bem assim. no fundo no fundo, todo mundo tem um quê de chato e normal... a melhor parte é "se eu digo que não estou pensando em nada é pq não estou pensando em nada..." vou seguir vc, tipo meme e fazer o meu desse... e nem adianta dizer que não deixa!
beijo, queridão!

kelly Fernandes disse...

9º parágrafo ultima linha, ultima frase.