28 março, 2008

Dojo Kun

DOJO KUN

JINKAKU KANSEI NI TSUTOMURU KOTO
(esforçar-se para formação do caráter)
MAKOTO NO MICHI O MAMORU KOTO
(Fidelidade para com o verdadeiro caminho da razão)
DORYOKU NO SEISHIN O YASHIMANU KOTO
(Criar o intuito de esforço)
REIGI O OMONZURU KOTO
(Respeito acima de tudo)
KEKKI NO YU O IMASHIMURU KOTO
(Conter o espiríto de agressão)


Família Fuzo Kan
Karatê Shoto kan




Estava entediado em casa e olhando pra barriga que não parava de crescer, tinha terminado uma quase relação ou melhor a terminaram sem me comunicar, malhar nunca foi minha vontade, mas para passar o tempo, como guindaste esticava trícepis, bicepis, panturrilhas puxando peso pra cima em busca do tão falado corpo sarado. Sem muito animo e meio por acaso assisti uma aula.

Nisso já foram 5 meses, muitas dores no corpo, pés cortados, hematomas, amigos novos, algumas competições, novos ensinamentos, controle, tranquilidade, equilibrio foram se somando treino após treino. Hoje virou Karaterapia, passam os dias, o desanimo some a cada "Kiai" a vontade de aperfeiçoar os movimentos em manter o foco em um objetivo que parece longe, mais que isso virou mania as vezes fico na rua cantando mentalmente a trilha do Karate Kid lembrando da infância querendo ser maneiro e ter um amigo que nem o Sr Miagui, tentando Oi-zukis, Age-ukis, Mae-geri e tomando bronca dos amigos, para com isso Rogério, ta pulando que nem loco, volta pro chão.


Sei-la, nos dias tristes, treino, dos dias alegres treino com mais empenho, nos dias entediantes vou assistir os treinos dos outros, conversando com os amigos falo dos treinos de repente tomou conta da minha vida e só agora escrevendo e minutos atras conversando com minha parcerinha e treino vi o quanto está me fazendo bem... Continuarei por ai, dando pulos, chutes, socos, fazendo defesas imaginarias, mas o mais importante é somar a tudo que aprendi nesses 20 e poucos anos os 5 principais ensimanentos:
Esforçar se para a formação do carater
Fidelidade para com o verdadeiro caminho da razão
Criar o intuito de esforço
Respeito acima de tudo
Conter o espiríto de agressão


Oss...

2 comentários:

Du disse...

Que legal Rogério!!!
Adorei saber desse esporte e da sua dedicação à ele. Também tenho uma paixão que é a dança do ventre, mas estou impossibilitada de dançar por causa do meu joelho. Preciso fazer cirurgia e não tenho coragem. Aí não danço mais. :(

Anônimo disse...

Cara muito legal, eu comecei a praticar aos 22 anos de idade, e como já estava caso levei até o dia que deu, mas ai o compromisso de ser pai, falou mais alto, tive que trabalhar e deixei de lado o Karate, passaram-se 15 anos sem treinar nem para ir ver como estava o Karate, lá um belo dia o médico disse que eu estava diabético que teria que praticar algum esporte para queimar o açucar, ecomo vc não gostava de malhar, voltei para o Karate, hj sou faixa preta 2º dan e pretendo nunca mais parar. porque Karate é tudo pra mim.
Ronaldo Souza