03 fevereiro, 2008

Porque escrevo

Para ler ouvindo: For sure - American Football

Porque escrevo


Um dia me perguntaram por que escrevo.

Escrevo porque não tenho coragem de dizer e talvez acredite que as poucas linhas possam ecoar e pode até ser que pra alguém elas façam algum sentido.

Escrevo algumas sentimentalidades e permito a fuga de sentimentos reprimidos. Aqui as palavras ganham novas proporções, a melancolia parece menos triste e até mesmo as luzes são mais brancas, ora, mais fortes que o quarto escuro.

Sou especialista em me escrever e principalmente em me calar. Por que? Porque o papel aceita e não contra argumenta, não é ácido, fulgaz. Porque sou meu melhor personagem, o incrível menos interessante. As palavras ditas ganham proporções em entrelinhas não pensadas e evidenciam vulnerabilidades, o timbre enuncia a mentira, a respiração apresenta a ansiedade, a melodia expõe os sentimentos e o som canta ao nosso ouvido mentiras verdadeiras interpretadas pelo pobre saltimbanco trapalhão.

Uma vez falei e não escrevi, nesse dia descobri que todo carnaval tem seu fim.















(O já famoso caderno azul, texto escrito em uma dessas madrugadas de 2007)

11 comentários:

_Ton_ disse...

O bom de escrever é que no papel, não precisamos ser perfeitos, não precisamos ser valentes, não precisamos ser guerreiros, ou seja não precisamos ser perfeitos. Mas podemos, se assim quisermos...
Abraço

sooz disse...

que texto perfeito!
eu tb me sinto assim!

Sarah Jorge disse...

hummm....gostei muito do seu texto...
me sinto assim tbm...em alguns momentos quando escrevo...
gostei do seu blog viu....
Parabéns!!!!!

depois passa lá no meu!!!!.
Muitos sorrisos...

Sarah Jorge disse...

esse é o endereço do meu blog..

http://borboletaspoesias.blogspot.com/

bjinhus.!

Du disse...

Passei pra deixar um beijo!!!
(correria!)

BEIJOSSSSSSSSSSSSS

B. disse...

pq tenho a sensação que qdo vc falou e nao escreveu foi para uma mulher? rs

Maria Renata disse...

Rá! Tb tenho o meu caderninho. Só que ele é verde :D

E eu sou tão viciada em escrever que mesmo tendo deixado o Vida Publica de by, estou atualizando aqui: www.caderninhovelho.blogspot.com
Que inclusive é inspirado no meu caderninho :P

Vai lá se quiser!

bjus!

Sarah Jorge disse...

Obrigada pela visita!!!!
vou postar coisas minhas sim,é que tá tudo escrito a mão,é muita coisa pra digitar... por isso não postei ainda...mais vou postar - e te aviso tá!!
Gostei muito do seu blog.
Vou colocar seu blog nos meus blogs favoritos - Depois volta lá no meu...tá bom!!!
Beijos!!

Gi disse...

Pequeno,objetivo e sensacional...Adorei o texto guri...Bjs

Sarinha disse...

Oie..
atualizei meu blog..
depois passa por lá..
abraço..
seu blog já está no meus links!

MUTUMUTUM disse...

Belo texto! É impressionante o mundo que nos é possível criar qto estamos diante de uma "reles" folha de papel branca. Desenhar, escrever, dobrar... tudo pra criarmos um mundo nosso, expressar o que sai de nossos miolos.

Belo post, cara! Tbm curto pacas escrever... e desenhar, tbm :)

Abraços o/