08 março, 2009

Porque, é muito bom ser homem!

Amigão, amigão.
Será que posso escolher?
Posso?!
Então está decidido. Na próxima vida serei homem novamente.
Por quê? Há, é fácil.
Porque é MUITO bom ser homem.

Mas, o motivo maior mesmo é você amigão.
Meu “pinto”.

Na realidade é por conta de todas as facilidades que carregar você me traz.
Sinceramente, ter um pinto torna os homens especiais.

Mijar em pé e em qualquer lugar é a menor delas.

Contudo nosso caro amigo nos poupou a terrível e alucinante dor parto, o que é algo digno e louvável de glorificar sua existência. Os relatos femininos sobre tamanha dor são tenebrosos e assustadores.

Vale lembrar também os inúmeros inconvenientes anteriores as dores da “luz”. A menstruação, por exemplo. Só de imaginar que não preciso me preocupar com absorventes, TPM, mudanças constantes de humor, cólicas menstruais, dores, desconforto e otras cositas mas, respiro aliviado.

Muito obrigado senhor pinto, fomos absolvidos de mais isso.

Outra coisa que me é permitida é ser fecundador em potencial. Tudo bem, a mulher tem a dádiva divina de gerar um novo ser, que carrega-lo no ventre, nutri-lo e tudo mais, mais vai ficar acabando chato eu ficar toda hora aqui falando dos inconvenientes que isso também trás. Fora os 9 meses, a quarentena, o efeito sanfona e o muleque no seu pé grande parte do tempo gritando: “O manhe! O mãe, mannheeee!”

A alcunha de garanhão só a nós é permitida, somos reprodutores natos estamos aptos, preparados e pré-dispostos o tempo todo, “full time”, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. E o melhor somos homens, podemos ser galinhas, podemos ciscar por aqui, por ali e imagine somos treinados por nossas mães para isso incentivados por nossos pais, beneficiados por nossas irmãs e suas amigas lindas, gostosas e maravilhosas.

Se dia alguém te repreender terá a resposta na ponta da língua: Eu sou homem. Esse é o meu instinto, é a minha natureza. Sou um alazão, um reprodutor, eu tenho um pinto.

O que por incrível que pareça isso permite até me certo relaxo com minha condição física.

Pouquíssimas, eu disse pouquíssimas são nossas preocupações com celulites, estrias, culotes, marcas de biquíni, pêlos pelo corpo, horas no cabeleireiro, pedicure, barriguinha, corpo torneado, peito caído, varizes, joanetes, rugas, cabelos com pontas duplas, se a pulseira combina com o vestido, se cinto combina com a bolsa, se o cabelo seria melhor alisado, se o preto engorda, se a calcinha marca, se a calça baixa mostra demais, se o decote mostra de menos.

Somos práticos. Calça jeans, camiseta, barba feita e água de cheiro. Depois de 5 minutos estamos prontos. Olha que maravilha. E mesmo calvos, gordos, baixos, altos, magricelos, peludos, grossos, ogros, mal educados e tudo de mau.com.br seremos os fecundadores e por quê? Porque temos pinto. Já ouviu a expressão vai ficar pra titio? Já viu alguém ficar pra titio? Até as frigideiras masculinas ganham tampas, adaptas é claro, mas ganham tampas.

Outra vantagem. Qual o brinquedinho que o homem mais vai utilizar em toda sua vida seja sozinho ou acompanhado? O Pinto é claro!

Aposto e ganho que no dia em um bacuri for flagrado por sua mãe jogando dados, sua bronca não será maior ou igual à aplicada a sua casta e pura irmãzinha caso ela esteja fazendo o mesmo. Garanto, a mãe correrá para o pai e o que ele dirá: Ele é homem, deixe o garoto.

Se sentimos coceiras, o que fazemos? Coçamos! Infelizmente dona Maria você não poderá fazer isso em público.

Ta certo que em determinado momento nossa preocupação é quase única e exclusiva com o pinto. Tamanho, potência, desempenho, desenvoltura, criatividade, inércia, impotência, freqüência e assiduidade de sua utilização.

Mas o amor, o eterno e lindo amor, o sentimento que transpõe fronteiras, que rende filas na bilheteria do cinema, lágrimas durante a novela das 8, que cura as dores do coração e que faz que com as mulheres até suportem a falta de habilidade no manuseio do nosso querido amigo. O inverso quase nunca ocorre! (Triste)

Tenho uma dúvida seria o pinto responsável pelos homens quase nunca se apaixonarem com tamanha facilidade e dedicação como as mulheres? Bom...

Quanto aos 2 últimos quesitos mesmo que fulano seja o ser mais azarado o mundo, nem tudo estará perdido. Não existe situação que não possa ser remediada com ajuda de profissionais de entretenimento adulto e sua vasta experiência em cuidar dele, do pinto, e digo mais, do segundo ao quinto item pode ser exaustivamente praticados e treinados com tais profissionais. Sedentas (por dinheiro é claro) em acarinhar e distribuir alegrias.

Um parêntese importante relacionado quanto às pendengas médicas: além do constrangimento de mostrar seu pinto para outro homem e imaginar que em algum momento ele pode pega-lo, a consulta ocorrerá tranqüila. Não digo o mesmo sobre uma visita ao ginecologista, que além da embaraçosa posição em que a mulher será submetida, um pedaço de metal frio e grande pode ser introduzido nela a qualquer instante e por alguém que pode não estar de bom humor, ter uma mão pesada, ou não tratar com o devido carinho merecido, nosso objeto de maior desejo.

Não estou dizendo tudo isso pra boca pra fora minha teoria tem base cientifica. Segundo Valas que cita Freud:

“O termo falo (pênis) presentifica o fluxo vital, que se transmite de geração em geração, representa o penhor de fecundidade e de potência, que é assimilado a uma força natural, mas também sobrenatural mágica e pode ser representado como um símbolo a ser venerado”.

Viu só.
Isso até Freud explica.

Sem contar que o pinto será responsável por muitos momentos de êxtase ao homem. Como o orgasmo é vivido por ambos os sexos de maneira diferente e com impactos diferentes não vou descrevê-lo, mas puxe ai na sua memória algumas ótimas sensações. E muitos desses orgasmos é resultado da ação de quem? Do pinto. ***(Nota pessoal: embora seja ótimo gozar, fazer gozar é foda, sensação boa do caralho)***

Maquina de prazer, seja pro homem ou pra sua parceira. Com as vantagens que eu já enumerei acima. Disposição, força, vitalidade, garanto não terá dor de cabeça no mundo que impedirá um pinto.

Acho que citei alguns fatos relevantes pra defender minha tese do quanto é bom ser homem e que o grande responsável por isso é o pinto, por isso antes que perda o fio do texto e a cabeça na próxima que encontrar uma leitora no meio da rua. Vou parando por aqui com um comentário do Ton.

O Ton me disse que esse texto é uma “ode” ao pinto, mas prefiro acreditar que esse texto é uma “ode” as mulheres porque vou te confessar, é MUITO BOM SER HOMEM, mas pra ser mulher tem que ser macho pra caralho.

________

Pra não perder a piada segue o hilário video Jizz In My Pants (Gozei nas calças) da The Lonely Island.

Andy, juntamente com seus comparsas Akiva Schaffer e Jorma Taccone formam a banda The Lonely Island, que utiliza o humor e clichês musicais para produzir megahits engraçadissimos. O primeiro single é "Jizz In My Pants" feito em homenagem aos ejaculadores precoces. Dirigido por Kiv,conta com as participações especiais de Molly Sims, Jamie Lynn Sigler e Justin Timberlake.

Video com legenda em português
http://www.youtube.com/watch?v=ifnzZgfWYlA

_________
Ta ai Cidoviski! (Brava com os inumeros privilégios para os homens a Cida me pediu um texto sobre as vantagens de ser homens a muito tempo atrás, mas acho que ela não pensou que eu fosse ser escrever dessa maneira. Muito obrigado CIda pelo incentivo, sempre. Divida paga)