07 dezembro, 2009

Talvez

Talvez
Bicho de Pé
Composição: Janaína Pereira


Não adianta nem tentar fazer
Com que eu me apaixone por você
Não é que eu não te queira ou não te deseje
É que eu sou mesmo assim
Enfim...

Meus amigos dizem que eu só penso em mim (2X)
Meus amigos dizem, meus amigos falam demais
Que eu não me entrego
Que não me iludo
Que nada faço
Mudo de assunto e disfarço

Não consigo gostar de ninguém
Não é que eu não precise de ninguém
Não é que eu não espere amar alguém
É que talvez

Esse amor em que acredito não exista
Se ele existe, que apareça, dê ao menos uma pista
Um frio na barriga, um sorriso ou um sinal

Talvez... esse amor em que acredito não exista
Se ele existe, que apareça, dê ao menos uma pista
Pra que eu possa acreditar em um final feliz


----
Sobre a Bicho de pé


O início No final dos anos 90, os jovens de São Paulo descobriram o prazer de dançar juntinho nas festas das universidades e o valor artístico das canções e dos poetas nordestinos reacendeu suas luzes. Luiz Gonzaga reassumia seu trono junto a juventude. Neste contexto surgiu a Banda Bicho de Pé (1998) com uma presença feminina no vocal. Em menos de um ano a música "Nosso Xote", de autoria da vocalista Janaina Pereira, ficou entre as mais tocadas em todo o país e atingiu o 3º lugar nas paradas de SP, segundo a Crowley.

O sucesso O primeiro CD "Com o Pé nas Nuvens" vendeu mais de 120 mil cópias. O sucesso da música nas rádios paulistas levou o grupo aos grandes programas de TV: Hebe, Programa Livre, Gilberto Barros, Teleton, Raul Gil, Bem Brasil, Viola Minha Viola, Metrópolis, Adriane Galisteu, Senhor Brasil e muitos mais. Desde então, começaram a fazer abertura de shows de artistas conceituados como: Ivete Sangalo, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Alceu Valença, participaram de shows com Chico César, Dominguinhos, Osvaldinho do Acordeão, Forróçacana, Falamansa, Rastapé, Planta e Raiz, Edu Ribeiro, Ponto de Equilíbrio, entre outros artistas.
No início de 2007 começam a tournê do CD "Que Seja" no Brasil. O disco conta com participação especial de Dominguinhos, Caju e Castanha, Miltinho Edilberto e a interpretação do ator Paulo César Pereio em uma das faixas

05 novembro, 2009

silêncio

Gosto do silêncio, ensurdecedor, do barulhinho estranho das maquinas ociosas e dos estralhos dos movéis da casa. Gosto de brigar com meus pensamentos e ter o prazer da retórica muda

Gosto do som da rua, longe, se misturando com os tic tacs dos relógios. Imagino o tempo passando lento, quase parando. É carro acelardo, criança gritando, passaro e cachorros, tudo unissono. É o silêncio que não existe, que nem gosto de água ou cheiro de saudade.

Gosto do meu sorriso quando estou imerso na contemplação do silêncio, enfim, você não deve entender, mas, adoro o meu silêncio.

02 novembro, 2009

sem titulo

Vejo,

embora não pudesse ver
a angústia
de um coração que não sabe amar.

Sinto,

o desejo racional da partilha,
a irascivel e constante carência

Finjo,
e continuarei,
quem sabe uma hora
aprendo

19 julho, 2009

Elastano

Ludov
Composição: Mauro Motoki

Mantenha as aparências
Em evidência, vá
Resolva seus problemas
Sem discordância
Dance a música que for

Cante o que não dá pra falar
Venda se não pode comprar

Sonhe, se preciso for
Calcule tudo em seu próprio valor
Mas não abandone, não
Seu juízo, pelo amor de Deus
Pois fui eu quem errou

Preveja imprevistos
Deixe que cuidem disso e vá
Esqueça, esqueça

Cante o que não dá pra falar
Venda se não pode comprar

Sonhe, se preciso for
Calcule tudo em seu próprio valor
Mas não abandone, não
Seu juízo, pelo amor de Deus
Pois fui eu quem errou



Bom, que eu curto Ludov pra caraio, não é novidade pra ninguem.

Pena a banda, não ter o mesmo espaço que algumas que frequentam o dial das nossas rádios. Enfim, meu cel novo sabe-se lá porque elegeu Elastano como a musica mais tocada, e não é que a musica casou certo com a nova fase.


Sobre o Ludov;

Ludov é uma banda de rock alternativo brasileira, formada por Vanessa Krongold, Mauro Motoki, Paulo "Chapolin" Rocha e Habacuque Lima. Lançaram o EP Dois a Rodar, que contém a canção "Princesa", o álbum O Exercício das Pequenas Coisas e por último em 2007 Disco Paralelo.

A banda surgiu após o fim dos Maybees, grupo que era composto por todos os componentes da banda atual, exceto por Paulo "Chapolin", que substituiu o antigo baterista que tinha ido para o exterior.

No início da carreira, a banda começou a ganhar espaço na MTV Brasil e já foram apresentados dois clipes no Disk MTV. Ganharam um prêmio no Video Music Brasil da MTV de 2004 com o clipe "Princesa". Já em 2005, concorreram em três categorias com "Kriptonita".

Quem manda no vocal é a Vanessa, de vez em quando outro integrante da banda assume as pontas.


_____________________
Pois bem, problemas aconteceram e acabei adiando minha saida de casa, que talvez nem role mais a essa altura do campeonato. Se cruzarem com um zumbi pela rua, não se espante so eu!

Somado as esses contra tempos, meu celular que tinha ao menos 10 textinhos novos, parou de funcionar. Acontece, o bicho já tava velhinho mesmo. Como ainda tenho o habito de escrever no caderno e depois corrigir, acrescentar e postar, vou ficar devendo dessa vez, porque meus ultimos textos estavam lá.

05 julho, 2009

Quase, sozinho.

Na mala, só levo algumas expectativas que tenho certeza que não vão ser concretizadas.
Enfim, é verdade e não medo, do que pode não acontecer. Triste constatação.

Periodo de estagio para um desejo antigo!
Morar sozinho, tão somente eu, livros, CD's e DVD's.
Estagio sim. 3 ou 4 meses, não sei ao certo.
Só o periodo de mais um free-la nessa vida maluca de produtor.

Talvez alcance o meu ideal de maturidade ou de vida adulta. A unica certeza é que esses grandes choques, sem agregam muito. Foi assim no 1 dia de aula na faculdade. Nenhum conhecido, nenhuma sombra da irmã ou dos amigos mega populares, ninguem pra me proteger. Cresci e foi dificil. Errei. e espero errar bastante nesses 3 meses.

Posso dizer que vou morar sozinho! Afinal é só um quarto e um banheiro, proibida as visitas, seja de amigos, de rolos, de pai, de mãe. Acho que consigo o silencio que vai me deixar louco, afinal são tantos pensamentos meus. Tenho medo da minha instrospecção nesse periodo.

Engraçado posso não ter esse silêncio, serão apenas 4, 5 horas dentro do quarto destinados ao sono. O fim de semana vai ser o dia de voltar pra casa mesmo. Ainda nao aprendi a lavar roupa e não abandono o Karatê.

A parte mais chata já aprendi, custa caro!
Tenho medo de gostar e não querer voltar pra casa.
Tenho medo de não gostar e não querer mais sair de casa.


Que seja um periodo de muito dendê!



03 junho, 2009

Elefantes Cubanos!

Quandos os Elefantes acabam se reunindo o rumo quase sempre é indefinido, por vezes o rumo é a frente do PC mesmo, isso que dá junta um bando de marmanjo pra discutir música, quadrinho, cinema, stand up, jogos e fotografia.


Resolvemos enfrentar o frio e Acordar o Sol, nesse ultimo encontro. O saldo foi boas risadas, versões Punk Rocks de classicos sertanejos e Falcão e quase 1000 fotos no Pico do Urubu em Mogi das Cruzes.


Abaixo, uma pequena prévia.








Esq > Leonan, Brigo, Ton, Sal, Japonês e eu





13 abril, 2009

Quiça

Quiçá,
Poderias, uma vez mais, ou quem sabe,
um novo começo para uma velha estrada.


Pensaria eu.
Jamais, jamais!
Mas, talvez, pensar fosse o unico caminho,
já que, há um mundo pra quem não volto mais.


Embora estivesse, perto, ou mesmo distante,
penso.

Penso.

Penso,
e sim será refugio, apenas pensar,
num momento quiçá menos triste.










Y retumba en mis oidos
El tictac de los relojes
Y sigo pensando

08 março, 2009

Porque, é muito bom ser homem!

Amigão, amigão.
Será que posso escolher?
Posso?!
Então está decidido. Na próxima vida serei homem novamente.
Por quê? Há, é fácil.
Porque é MUITO bom ser homem.

Mas, o motivo maior mesmo é você amigão.
Meu “pinto”.

Na realidade é por conta de todas as facilidades que carregar você me traz.
Sinceramente, ter um pinto torna os homens especiais.

Mijar em pé e em qualquer lugar é a menor delas.

Contudo nosso caro amigo nos poupou a terrível e alucinante dor parto, o que é algo digno e louvável de glorificar sua existência. Os relatos femininos sobre tamanha dor são tenebrosos e assustadores.

Vale lembrar também os inúmeros inconvenientes anteriores as dores da “luz”. A menstruação, por exemplo. Só de imaginar que não preciso me preocupar com absorventes, TPM, mudanças constantes de humor, cólicas menstruais, dores, desconforto e otras cositas mas, respiro aliviado.

Muito obrigado senhor pinto, fomos absolvidos de mais isso.

Outra coisa que me é permitida é ser fecundador em potencial. Tudo bem, a mulher tem a dádiva divina de gerar um novo ser, que carrega-lo no ventre, nutri-lo e tudo mais, mais vai ficar acabando chato eu ficar toda hora aqui falando dos inconvenientes que isso também trás. Fora os 9 meses, a quarentena, o efeito sanfona e o muleque no seu pé grande parte do tempo gritando: “O manhe! O mãe, mannheeee!”

A alcunha de garanhão só a nós é permitida, somos reprodutores natos estamos aptos, preparados e pré-dispostos o tempo todo, “full time”, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. E o melhor somos homens, podemos ser galinhas, podemos ciscar por aqui, por ali e imagine somos treinados por nossas mães para isso incentivados por nossos pais, beneficiados por nossas irmãs e suas amigas lindas, gostosas e maravilhosas.

Se dia alguém te repreender terá a resposta na ponta da língua: Eu sou homem. Esse é o meu instinto, é a minha natureza. Sou um alazão, um reprodutor, eu tenho um pinto.

O que por incrível que pareça isso permite até me certo relaxo com minha condição física.

Pouquíssimas, eu disse pouquíssimas são nossas preocupações com celulites, estrias, culotes, marcas de biquíni, pêlos pelo corpo, horas no cabeleireiro, pedicure, barriguinha, corpo torneado, peito caído, varizes, joanetes, rugas, cabelos com pontas duplas, se a pulseira combina com o vestido, se cinto combina com a bolsa, se o cabelo seria melhor alisado, se o preto engorda, se a calcinha marca, se a calça baixa mostra demais, se o decote mostra de menos.

Somos práticos. Calça jeans, camiseta, barba feita e água de cheiro. Depois de 5 minutos estamos prontos. Olha que maravilha. E mesmo calvos, gordos, baixos, altos, magricelos, peludos, grossos, ogros, mal educados e tudo de mau.com.br seremos os fecundadores e por quê? Porque temos pinto. Já ouviu a expressão vai ficar pra titio? Já viu alguém ficar pra titio? Até as frigideiras masculinas ganham tampas, adaptas é claro, mas ganham tampas.

Outra vantagem. Qual o brinquedinho que o homem mais vai utilizar em toda sua vida seja sozinho ou acompanhado? O Pinto é claro!

Aposto e ganho que no dia em um bacuri for flagrado por sua mãe jogando dados, sua bronca não será maior ou igual à aplicada a sua casta e pura irmãzinha caso ela esteja fazendo o mesmo. Garanto, a mãe correrá para o pai e o que ele dirá: Ele é homem, deixe o garoto.

Se sentimos coceiras, o que fazemos? Coçamos! Infelizmente dona Maria você não poderá fazer isso em público.

Ta certo que em determinado momento nossa preocupação é quase única e exclusiva com o pinto. Tamanho, potência, desempenho, desenvoltura, criatividade, inércia, impotência, freqüência e assiduidade de sua utilização.

Mas o amor, o eterno e lindo amor, o sentimento que transpõe fronteiras, que rende filas na bilheteria do cinema, lágrimas durante a novela das 8, que cura as dores do coração e que faz que com as mulheres até suportem a falta de habilidade no manuseio do nosso querido amigo. O inverso quase nunca ocorre! (Triste)

Tenho uma dúvida seria o pinto responsável pelos homens quase nunca se apaixonarem com tamanha facilidade e dedicação como as mulheres? Bom...

Quanto aos 2 últimos quesitos mesmo que fulano seja o ser mais azarado o mundo, nem tudo estará perdido. Não existe situação que não possa ser remediada com ajuda de profissionais de entretenimento adulto e sua vasta experiência em cuidar dele, do pinto, e digo mais, do segundo ao quinto item pode ser exaustivamente praticados e treinados com tais profissionais. Sedentas (por dinheiro é claro) em acarinhar e distribuir alegrias.

Um parêntese importante relacionado quanto às pendengas médicas: além do constrangimento de mostrar seu pinto para outro homem e imaginar que em algum momento ele pode pega-lo, a consulta ocorrerá tranqüila. Não digo o mesmo sobre uma visita ao ginecologista, que além da embaraçosa posição em que a mulher será submetida, um pedaço de metal frio e grande pode ser introduzido nela a qualquer instante e por alguém que pode não estar de bom humor, ter uma mão pesada, ou não tratar com o devido carinho merecido, nosso objeto de maior desejo.

Não estou dizendo tudo isso pra boca pra fora minha teoria tem base cientifica. Segundo Valas que cita Freud:

“O termo falo (pênis) presentifica o fluxo vital, que se transmite de geração em geração, representa o penhor de fecundidade e de potência, que é assimilado a uma força natural, mas também sobrenatural mágica e pode ser representado como um símbolo a ser venerado”.

Viu só.
Isso até Freud explica.

Sem contar que o pinto será responsável por muitos momentos de êxtase ao homem. Como o orgasmo é vivido por ambos os sexos de maneira diferente e com impactos diferentes não vou descrevê-lo, mas puxe ai na sua memória algumas ótimas sensações. E muitos desses orgasmos é resultado da ação de quem? Do pinto. ***(Nota pessoal: embora seja ótimo gozar, fazer gozar é foda, sensação boa do caralho)***

Maquina de prazer, seja pro homem ou pra sua parceira. Com as vantagens que eu já enumerei acima. Disposição, força, vitalidade, garanto não terá dor de cabeça no mundo que impedirá um pinto.

Acho que citei alguns fatos relevantes pra defender minha tese do quanto é bom ser homem e que o grande responsável por isso é o pinto, por isso antes que perda o fio do texto e a cabeça na próxima que encontrar uma leitora no meio da rua. Vou parando por aqui com um comentário do Ton.

O Ton me disse que esse texto é uma “ode” ao pinto, mas prefiro acreditar que esse texto é uma “ode” as mulheres porque vou te confessar, é MUITO BOM SER HOMEM, mas pra ser mulher tem que ser macho pra caralho.

________

Pra não perder a piada segue o hilário video Jizz In My Pants (Gozei nas calças) da The Lonely Island.

Andy, juntamente com seus comparsas Akiva Schaffer e Jorma Taccone formam a banda The Lonely Island, que utiliza o humor e clichês musicais para produzir megahits engraçadissimos. O primeiro single é "Jizz In My Pants" feito em homenagem aos ejaculadores precoces. Dirigido por Kiv,conta com as participações especiais de Molly Sims, Jamie Lynn Sigler e Justin Timberlake.

Video com legenda em português
http://www.youtube.com/watch?v=ifnzZgfWYlA

_________
Ta ai Cidoviski! (Brava com os inumeros privilégios para os homens a Cida me pediu um texto sobre as vantagens de ser homens a muito tempo atrás, mas acho que ela não pensou que eu fosse ser escrever dessa maneira. Muito obrigado CIda pelo incentivo, sempre. Divida paga)

19 fevereiro, 2009

Vai entender!!!

Rogério ... diz:
ah... eu de rolo

Rogério ... diz:
to zerado!!!

Priscila: diz:
oi?

Rogério ... diz:
nada de rolo

Rogério ... diz:
nenhunzinho se quer

Priscila: diz:
ahhhhhh

Priscila: diz:
precisaa se enrolar maisssssssss

Priscila: diz:
rs

Rogério ... diz:
eu num sei me enrolar

Rogério ... diz:
e as florezinhas nao me querem

Priscila: diz:
ahhhhhhhhhhhhhhhh pára

Rogério ... diz:
mas é menos assim

Priscila: diz:
mas não seja muito exigente com as garotas

Priscila: diz:
coitadas

Priscila: diz:
rs

Rogério ... diz:
as que eu quero, nao me querem

Rogério ... diz:
as que me querem eu nao quero

Priscila: diz:
eitaaaaaaaaaaaaa

Priscila: diz:
tem que dar um jeito nisso

Rogério ... diz:
as que podem me querer

Rogério ... diz:
ficam nao duvida se querem

Rogério ... diz:
eu sou o cara legal

Rogério ...diz:
mulher nao gosta dos caras legais

Priscila: diz:
é

Priscila: diz:
tbm

Priscila: diz:
ahhhhhhaahahaha

Rogério ... diz:
elas tem que olhar pra cara e pensar

Rogério ... diz:
esse tem pegada

Rogério ... diz:
elas olham pra mim e pensam

Rogério ... diz:
esse é legal

Priscila: diz:
auheuaheuahuehaue

Rogério ... diz:
ai elas pensam

Rogério ... diz:
se um dia eu casar eu quero o cara legal

Rogério ... diz:
mas como eu nao sei se vou casar

Priscila: diz:
aahh pelo menos já estáa garantido no casamento

Priscila: diz:
rs

Rogério ... diz:
entao que prefiro os que tem pegada

Rogério ... diz:
ai eu olho pra meninas e penso

Rogério ... diz:
essa tem pegada

Rogério ... diz:
e elas olham pra mim e pensam ele é legal

Rogério ... diz:
ai eu olhos pra guria e penso essa é legal

Priscila: diz:
uaheuahuehauea

Priscila: diz:
ai aiiiii

Rogério ... diz:
ai elas olham pra mim e pensam ele é legal e tem pegada

Rogério ... diz:
mas ai eu ja vi a menina como legal

Rogério ... diz:
e agente nunca quer os legais

Priscila: diz:
aiia que confusão

Priscila: diz:
rs

Priscila: diz:
para de complicar!!!seu capricorniano

08 fevereiro, 2009

10 mandamentos para ser feliz!

Os 10 mandamentos para ser feliz.
1- Curta mais a sua companhia. Aprenda a viver feliz mesmo sozinho. Convide um amigo para ir ao cinema, mas se não encontrar alguém disponível vá com a pessoa mais fascinante do mundo: você mesmo.

2- Tenha alto astral. As pessoas competentes são aquelas que conseguem manter uma postura positiva mesmo nos momentos mais difíceis. Ficar com cara carrancuda, só piora a situação e não ajuda na resolução dos problemas.

3- Viva com paixão. Procure estar por perto de pessoas com alegria de viver e manter-se afastado de indivíduos baixo astral, aqueles que secam até arruda e pimenteira.

4- Malhe com prazer e cuide bem do seu corpo. Alimentação, sono e exercícios são fundamentais para uma vida saudável. Lembre-se, o seu corpo é o seu templo. Gostar de você mesmo, significa gostar dos outros e deixar as portas abertas para que gostem da gente também.

5- Invista em você todos os dias. Nós somos arquitetos da nossa personalidade. Quando a pessoa nasce Deus lhe dá um potencial infinito que poucas aproveitam. Pense em si mesma e trabalhe firme. Ser o co-criador de si é o maior desafio da vida.

6- Celebre as vitórias. Compartilhe seu sucesso com pessoas queridas. Mesmo as pequenas conquistas devem ser celebrada com alegria. Grite, chore, encha-se de energia para os próximos desafios.

7- Tenha uma vida espiritual. Conversar com Deus é o máximo, especialmente, para agradecer as dádivas recebidas. Mantenha o hábito de rezar antes de dormir, é bom para o sono e melhor ainda para a alma. A oração e a meditação são forças de inspiração.

8- Crie tempo para as pessoas importantes da vida. Filhos, maridos, pais e irmãos são as pessoas que vão estar com você nos melhores e piores momentos da sua vida. Embora eles não pareçam tão importantes na correria do dia-a-dia, são eles que darão força para continuar.

9- Tenha amigos vencedores. Campeões falam de e com campeões. Perdedores só tocam na tecla perdedores. O diz-me com quem andas, continua válido, mais do que nunca.

10- Diga adeus para quem não lhe merece. Alimentar relacionamentos que só trazem sofrimento é uma forma cruel de masoquismo. Não deixe que relacionamentos inconsistentes atrapalhem sua vida. Se você tiver um marido em casa que não esteja usando: empreste, venda, alugue, doe para uma instituição de caridade, enfim, deixe o espaço livre para um novo amor.

Roberto Shinyashiki





Pra fechar o texto recomendo o som do Simoninha a meia altura no fone de ouvido:

Dedico a música ao cara que consegue ser mais chato que eu Julio!
O Texto divido com a Paulinha.
----
em alguns anos de blog, poucos foram os textos postado que não eram meu, pra ser sincero não me lembro a ultima vez que fiz isso, tem as músicas ou trechos de filmes que esses as vezes são coisas que eu gostaria de ter escrito e lá no fundo sinto aquela invejazinha de não ter feito. Eis que estava fuçando o orkut alheio durante a madrugada e encontro esse texto no perfil de uma amiga e nesse momento casou com o que eu quero pra daqui até a eternidade. Nova promessa para 2009 cumprir 10 dos 10 mandamentos, embora minhas ambições sejam pequenas e muita gente questione isso acho vou celebrar as pequenas vitórias e deixar que as macros surjam.

A música do Simominha é simples entender meu fascinio por ela uma das coisas que realmente me acalma ou me transporta pra outro mundo é "andar" escrevi sobre isso em outra oportunidade, agora devo um texto sobre minha outra paixão, deitar no chão e observar as nuvens.
http://depoisdaminhaviagem.blogspot.com/2008/09/caminhar.html

26 janeiro, 2009

enquanto isso na sala da justiça

Para ler ouvindo: Menina-Moça - Móveis Coloniais.



Sim.
Eu sou chato, sou metódico, sistemático, minimalista e quase nunca vou conseguir prolongar uma conversa por mais de 5 minutos.

Sou ranzinza pra minha pouca idade, gosto das coisas certas e não fico agradando ninguém. Se gosto, gosto, se não gosto, não gosto mesmo. Reclamo de tudo e o faço com gosto!

Não gosto de ambientes lotados, detesto balada todo o fim de semana, não sei dirigir, não sei conversar sobre carros, sobre tênis, sobre celulares ultra-modernosos.

Funk pancadão não é música e vc nunca me convecerá do contrário. Black é preto em português, techo-brega, calipyso e forró de teclado entra na categoria de músicas que eu nao terei o prazer de escutar. Ah! Inventaram o fone de ouvido, por favor utilize, seu celular é moderno. Parabens.

Falo pouco mesmo, sou um ótimo ouvinte. Se estiver calmo no meu canto isso não significa que eu esteja triste e se eu estiver pelo um amor de Deus não tente me animar, me deixe triste no meu canto. Talvez eu esteja só ouvindo mesmo.

Sou mal humorado, tenho que dormir 7 horas, não me visto de acordo com a moda vigente, não ligo se meu cabelo esta bagunçado e minha barba esta comprida, que minha barriga seja grande.

Se me convidas para sair, vou querer atenção. Quer ficar com outra pessoa, ir conversar com outra pessoa. Vá. Mas se estiver do meu lado não vou gostar que fique flertando de baixo do meu nariz ou que fiquem te comendo com os olhos, vou fazer cara feia mesmo, vou empatar a foda mesmo!

Se me perguntares algo pode ter certeza que minha resposta vai ser sincera, se não quer a verdade não me pergunte. Mas parto sempre do principio, está feliz? te faz feliz? Então isso é o suficiente.
Shopping não é passeio, vou ao cinema pra ver filme, se digo que não sei é porque não sei, se digo que nao estou pensando em nada, é pq nao estou pensando em nada e se digo não é apenas não, não precisa ficar inventando trocentas teorias conspiratorias.

Não sou estepe, não fico por ficar, não beijo 7 numa noite. Não ligo pra roupa que você usa, pros trocentos mil amigos que você tenha, que você beba, fume, se entorpeça. Só exijo respeito. Não te repreendo, não me repreenda. Correto! Mas se quer sexo casual, também posso te oferecer isso.

Aposto que estou esquecendo de te listar um monte de coisas, minhas chatices vão alem do que está escrito ae, mas com certeza você poderá um dia descobrir tudo isso no dia-a-dia, no cotidiano, que é chato, cinza e maçante caso queira aguentar minha rabujisse.

Mas quero deixar uma coisa bem claro EU SOU CHATO, não acredite nas pessoas que dizem que eu sou legal, não acredite nas pessoas que me acham inteligente, não acredite no que as pessoas dizem ao meu respeito, essas convivem comigo há anos e aprenderam a gostar e respeitar os meu defeitos.

To escrevendo tudo isso por um único motivo, quero que saibas quem eu sou pra que não tenha surpresas.

Eu sou chato, muito chato, chato pra caralho.
_____
bom, deixo para as possíveis interpretações, a revolta já passou e relendo e acrescentando um paragrafo ou outro até ficou engraçado. Só um ponto, não escrevi por conta de um rolo mal sucecido, ou, buscando confeti. Escrevi um tempo atrás e hoje ouvindo Móveis achei que a música casou então quis publicar. Segue alguns trechos da música.


... "Eu não queria te dizer ...
... Que pra ser o tal
Não é preciso ser
Bacana e sacal
Não é preciso ser
Sacana e banal
Não é preciso ser
Mas o difícil é entender ...

... Talvez seja tal e qual
Quarenta e quatro vezes normal
Mas na vez seguinte, no ano seguinte
Você se tornará legal..."

17 janeiro, 2009

...

...

Vem cá 2009, vamos ter uma conversinha tétê a tétê! De homem pra homem!
Calma. Eu não to bravo. Não to te cobrando nada e muito menos apostando minhas fichas em você como fiz em anos anteriores. Resolvi viver a moda Zeca Pagodinho, deixando ela me levar, recorrendo de vez em quando para o Renato e sua Legião, porque realmente eu só sei do que não gosto.
To te falando tudo isso, porque acho que tu merece. Não pulei onda, não comi lentilha, não estorei fogos, não fiz re-avaliação, lista de melhores ou piores, não usei branco, amarelo, vermelho ou qualquer peça nova.

To mais crente esse ano em física quântica e vou agora pra luta diária da lei da atração. Não reclamareis, não vou criar divida nenhuma, não vou fazer curso algum, vou beber todo meu salário, tirar a porra da carta, fazer minha tatuagem, aprender a tocar algumas músicas no violão e só.
Esse será meu 2009. Estes serão meus objetivos.

Modestos? Foda-se
Nem faz cara de púdico não!
Só não viro hippie por gosto de banho quente, não sei fazer artesanato e odeio acampar.



Até mais 2009,
Passe bem!

...

...

Me perderia fácil em suas linhas
buscando a compreensão do que é o amor
Não me prenderia ao feio ou bonito
ao defeitos sempre escondidos
no contorno dos seus sorrisos.

____
depois volto com o resto.


Pois é, o Sasahara desafiou e eu afinei. Como é dificil esse lance de escrever música. Acho que vou continuar de quase poesias. Como eu odeio essas rimas!


Foto de Marcio Brigo


11 janeiro, 2009

o manhê.

Manhê.
Eu não sei o que eu quero ser quando eu crescer.
Droga.
E agora o que eu faço?


Manhê.
O que eu pensei que eu queria ser, descobri que eu não quero mais.
Porra (desculpa, saiu)
Me diz o que eu faço!


"Não que eu não ache legal ou que eu não goste, nada disso. Mas sabe quando perde o sentindo. Sentindo não é a palavra certa, mas a essa altura dos vintes e tantos não me oferece o que eu queria."


Manhê.
To perdido.

"Não consigo descobrir o que vou ser quando romper os 40 e poucos. Como projetar família, futuro, sucesso se nem agora sei o que eu quero ser. Verdade que
alguns fatos agora pesam mais que antes. Já não posso mais com o sustento
destinado a mim em outras fases.
Não sei se seria radical demais começar do zero novamente. Como mudar se faço a mesma coisa desde os 18, o dinheiro aplicado antes e a nova graduação, não deveria ir para outros projetos..."

Manhê!